Com gol de ex-alvinegro, América conquista seu 35º título do Campeonato Potiguar

Flávio Boaventura foi o responsável pelo gol que deu o título ao América

Flávio Boaventura foi o responsável pelo gol que deu o título ao América (Foto: Canindé Pereira/Ascom América)

O América é bi-campeão potiguar de futebol. Jogando na tarde e noite deste sábado (2), o clube rubro venceu o maior rival, ABC, em sua casa, o Frasqueirão, por 1×0.

Foi o título no ano que marcou o centenário dos dois clubes. De quebra, o Alvirrubro quebrou a invencibilidade do ABC no campeonato e por ironia do destino, e para dar um sabor especial à conquista, o gol do título americano foi marcado por um ex-ídolo alvinegro, o zagueiro Flávio Boaventura, de cabeça, aos 19 minutos do primeiro tempo. De quebra, ainda 

Este foi o 35º título do América no Campeonato Potiguar, sendo esta a 10ª vez que o Alvirrubro conquista o bi-campeonato  (1919-20, 1926-27, 1930-31, 1948-49, 1951-52, 1956-57, 1974-75, 1991-92, 2002-03, 2014-15).

Os dois clubes, como campeão e vice, já garantiram vaga na Copa do Nordeste e Copa do Brasil de 2016.

Agora, América e ABC se concentram para a disputa do Campeonato Brasileiro. Rebaixado ano passado, o América vai disputar a Série C, cuja largada está marcada para o próximo dia 16, um sábado. A estréia americana  está marcada para o domingo, 17, em Marabá, no Pará, contra o Águia. 9955 7505 

Já o ABC vai disputar a Série B e tem um período mais curto para descanso. Ele estreia na próxima sexta-feira (8), em Natal, contra o Oeste (SP).

Fábio Oliveira/F9.net.br

Equilíbrio marca história dos confrontos entre ABC e América

O confronto deste sábado (2), entre ABC e América, que vale o título do Campeonato Potiguar 2015, tem um histórico de equilíbrio. É o que conclui levantamento feito pelo pesquisador e historiado Marcos Trindade.

De acordo com Trindade, são 515 jogos marcando o maior clássico do Rio Grande do Norte. Este também é o 6º maior da Região Nordeste, conforme eleição feita pelo Site Verminosos por Futebol e que teve a participação de 23 jornalistas, radialistas e blogueiros do Nordeste e outros estados.

Ainda pelas pesquisas realizadas pelo radialista, o Clássico Rei, como é chamado pelos potiguares, é disputado desde 1915. Entre competições oficiais, torneios e amistosos, o resumo constante nos arquivos do pesquisador Marcos Trindade é o seguinte:

Total de jogos – 515

Vitórias do ABC – 179

Vitórias do América – 173

Diferença pro ABC – 06

Empates – 162

Jogos sem resultados – 01

Total de gols – 1.311

Gols do ABC – 681

Gols do América – 630

Saldo pro ABC – 51

Fábio Oliveira/F9.net.br
Com informações do radialista Marcos Trindade

Leandro Amaro segue como dúvida no ABC para a final

O elenco do ABC retornou aos treinamentos na manhã desta sexta-feira (1.5), em pleno feriado do Dia do Trabalhador, visando o segundo e decisivo jogo contra o América nesse sábado (2.5), a parir das 16h no Frasqueirão, quando sairá o grande campeão do Campeonato Potiguar de Futebol 2015.  

O grupo se mantém na Concentração Jorge Tavares de Morais, se preparando física, tática e psicologicamente para o jogo deste sábado. A preparação teve inicio na tarde desta quinta-feira (30.4), no CT Alberi Ferreira de Matos.   Neste treino os jogadores que atuaram por mais de um tempo no primeiro confronto da decisão seguiram para o vestiário do Frasqueirão e sob o comando do preparador físico Flávio Paiva fizeram um regenerativo através de um treino para prevenção de lesões musculares e exercícios de liberação miofascial.  

O restante do grupo participou de um treino físico-técnico no campo do CT. Os atletas participaram de mini-jogos em campo reduzido, além de um treino de finalização por meio de cruzamentos e chutes a gol.  

O zagueiro Leandro Amaro, que deixou o campo com dores no tornozelo esquerdo, ficou em tratamento intensivo, assim como, o zagueiro Luizão, que continua entregue ao Departamento Médico.

Fonte: Portal O Momento

América preparado e à espera da final do Estadual

O técnico do América Roberto Fernandes finalizou, na manhã desta sexta-feira (1.5), a preparação visando o segundo e decisivo jogo da final do Campeonato Potiguar de Futebol 2015, que acontecerá neste sábado (2.5), às 16h, contra o ABC no Estádio Frasqueirão.

Para o confronto, o comandante rubro sabe que não poderá contar com o volante Maguinho, expulso na primeira partida ainda no primeiro tempo. Várias são as opções, o que lhe abre um leque de possibilidades quando de trata de esquema tático. O zagueiro Zé Antônio Potiguar foi liberado pelo departamento médico e já iniciou o trabalho de fortalecimento muscular sob o comando do preparador físico Hebert Araújo.

“Tenho alguns nomes em mente e estamos conversado com o grupo para ver a melhor escolha. Se eles confiam em mim, também posso confiar neles. Somos uma família e resolvemos nossa “parada” juntos”, disse o técnico americano Roberto Fernandes.   Para o treinador, outro fator importantíssimo é a presença do torcedor rubro, que neste ano se mostrou apaixonado e fiel ao clube.

“O que posso dizer de uma torcida que se fez presente a um jogo de meio de semana e a tarde? Nada, né? Só posso convocá-lo a comparecer ao estádio neste sábado (2.5) e empurrar o nosso time neste jogo difícil. Por estarem na casa deles, é natural que estejam em maior número, mas tenho certeza que o torcedor americano mostrará a apoiará os 90 minutos. Nosso jogadores merecem isso”, afirmou o comandante rubro.

Fonte: Portal O Momento

Despesas de arbitragem na Série D serão pagas pela CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou em seu site oficial que bancará as despesas relativas a arbitragem do Campeonato Brasileiro da Série D em 2015. Segundo a entidade, serão 100 oficiais de arbitragem que participarão dos jogos por semana.

Na reunião que definiu a medida, o diretor de Desenvolvimento e Projetos da CBF, André Pitta Pires, assegura que o pagamento dos árbitros por parte da Confederação será de fundamental importância para os clubes participantes.

A Série D do Brasileirão será disputada por 40 clubes, entre os dias 12 de julho e 15 de novembro. O Globo será o único representante do Rio Grande do Norte.

A CBF informa que os grupos e a tabela da competição serão divulgados nos próximos dias.

Edinaldo Moreno/F9.net.br

Jogos às 11 da manhã são a novidade do Brasileiro

Grêmio x Ponte Preta será o primeiro teste do novo horário. (Foto reprodução)

Grêmio x Ponte Preta será o primeiro teste do novo horário. (Foto reprodução)

Novidade implementada durante o Campeonato Paulista, o horário das 11 horas de domingo será testado também no Brasileirão. E o primeiro jogo já está definido: será Grêmio x Ponte Preta, na Arena do Grêmio, no dia 10, como parte da primeira rodada do certame. A informação foi confirmada pela CBF nesta quinta-feira.

A partida estava marcada inicialmente para as 18h30 daquele mesmo dia. Em entrevista à Rádio Guaíba, o presidente do Grêmio aprovou a ideia.

“É melhor que às 18h30 de domingo. Vejo de forma tranquila. Se houver garantia quanto à parte fisiológica, não temos objeção”, disse Romildo Bolzan Júnior.

A ideia inicial da CBF é criar mais um horário especial para o pay-per-view. Todos as rodadas em finais de semana deverão contar com uma partida no final das manhãs de domingo.

O sucesso de público do jogo entre Palmeiras e Botafogo-SP, disputado às 11 horas pelo Paulistão, também contribuiu para a adoção da medida: naquela manhã de 12 de abril, o Allianz Parque recebeu mais de 35 mil pagantes.

Fonte: ESPN

Árbitro gaúcho é sorteado para final do Potiguar

Anderson-Daronco

Definida a arbitragem da grande final do Campeonato Potiguar, entre ABC x América, sábado (2), no Frasqueirão.

O gaúcho Anderson Daronco, do quadro da Fifa, é quem apita a decisão. Ele será auxiliado pelos potiguares Izac Márcio da Silva Oliveira e Aldeilma Luzia da Silva, ambos da CBF.

ABC e América jogam em condições iguais para definirem o campeão e vice. No primeiro jogo, disputado nesta quinta-feira na Arena das Dunas, deu empate por 1×1. No sábado, quem vencer leva o título. Um novo empate leva a decisão para os tiros livres da marca do pênalti.

Fábio Oliveira/F9.net.br

Morre treinador campeão da Copa do Brasil

Valmir Louruz fez história com o Juventude.

Valmir Louruz fez história com o Juventude.

No início da tarde desta quarta-feira, Valmir Louruz faleceu após sofrer um mal súbito em Porto Alegre. Apesar de ter passagens por inúmeros clubes brasileiros, o treinador ficou marcado por ser o responsável pela principal conquista do Esporte Clube Juventude: a Copa do Brasilem 1999.

O time formado por Capone, Mabília, Márcio Mixirica e Mário Tilico, entre outros, surpreendeu a todos ao vencer o Botafogo na grande decisão da Copa do Brasil. Na primeira partida, no Estádio Alfredo Jaconi, o Juventude contou com o apoio da torcida e venceu por 2 a 1. Depois, no Rio de Janeiro, o clube gaúcho segurou a pressão dos cariocas e, com o empate sem gols, conquistou o inédito título.

Por volta das 12h50 desta quarta-feira, Valmir Louruz sofreu um mal súbito enquanto caminhava pelas ruas de Porto Alegre, chegou a ser encaminhado para o Hospital Santa Casa de Misericórdia, mas acabou não resistindo. A informação foi confirmada pelo seu próprio filho através do facebook.

Natural de Porto Alegre, Valmir Louruz foi zagueiro e começou a carreira no Internacional, onde conquistou o tricampeonato gaúcho. Depois, passou por Hercílio Luz, Pelotas, Palmeiras, Caxias, CSA e Juventude, onde encerrou a carreira. Após pendurar as chuteiras, iniciou a jornada como treinador e trabalhou em diversos clubes, como Pelotas, CSA, Juventude, Brasil de Pelotas, Londrina, Vitória, Náutico, Santa Cruz, Tuna Luso, Paysandu, Jubilo Iwata-JAP, Internacional, Figueirense, Vila Nova, São José, Duque de Caxias e CRB.

Além de ter sido campeão da Copa do Brasil pelo Juventude, Valmir Louruz também se destacou no comando do Brasil de Pelotas ao ficar na terceira colocação do Campeonato Brasileiro de 1985, ficando atrás de Bangu e Coritiba, vice e campeão, respectivamente.

Fonte: Futebol Interior

Ceará conquista a Copa do Nordeste diante de 63 mil torcedores

ceará campeão

A festa começou fora do estádio com uma recepção no melhor estilho Champions League ao time do Ceará, e continuou dentro da Arena Castelão, em Fortaleza-CE, com a presença de 63.399 torcedores, que proporcionaram uma renda de R$ 1.807,162,00. É o maior público do ano no Brasil até aqui.

Um show digno de uma grande final. Assim foi a decisão da Copa do Nordeste, na noite desta quarta-feira (29), entre Ceará x Bahia. No final, o Ceará não decepcionou sua torcida e venceu por 2×1.

Os gols foram marcados por Charles e Gilvan, contra um de Maxi Bianchucchi. Como já havia vencido o jogo de ida por 1×0, o Vovô ficou com o inédito título e de forma invicta. Ano passado, o clube cearense havia ficado com vice-campeonato, ao perder para o Sport.

O jogo deste quarta-feira foi conduzido pelos árbitros potiguares, Ítalo Medeiros de Azevedo, Lorival Cândido das Flores e Luis Carlos Câmara.

Ceará-CE

Luis Carlos;
Samuel Xavier, Gilvan (Sandro), Charles e Fernandinho;
Sandro Manoel, Uilliam Correia, Ricardinho e Wescley (Marcos Aurélio);
Magno Alves e Assisinho (Tiago Cametá).
Técnico: Silas Pereira
Bahia-BA

Jean;
Tony (Tchô), Robson, Titi e Bruno Paulista;
Wilson Pittoni (Willians Santana), Souza, Rômulo (Zé Roberto) e Tiago Real;
Kieza e Léo Gamalho.
Técnico: Sérgio Soares

Fábio Oliveira/F9.net.br

Primeiro jogo das finais do Potiguarzão fica no empate

América e ABC ficaram na igualdade no primeiro jogo das finais. Decisão acontece no sábado ( (Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)).

América e ABC ficaram na igualdade no primeiro jogo das finais. Decisão acontece no sábado ( (Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)).

Na primeira partida da final do Campeonato Potiguar de Futebol 2015, no Clássico Rei entre ABC e América, realizado na noite desta quarta-feira (29.4), a partir das 19h45, as duas equipes não saíram de um empate em 1 x 1, não dando vantagem a nenhuma das equipes para a segunda e decisiva no próximo sábado  (2.5), no Frasqueirão. 

Está foi a primeira final entre os dois maiores rivais do futebol do Rio Grande do Norte depois de três anos e teve todos os ingredientes de um grande jogo, com expulsões, pênalti perdido, grandes defesas dos goleiros e muita emoção em campo e nas arquibancadas. 

Paredão Saulo

Numa outra grande oportunidade para o América, um erro da defesa do ABC resultou em pênalti em cima de Álvaro. Max foi para cobrança aos 49 minutos do primeiro tempo, mas mais uma vez esbarrou na defesa precisa do goleiro abecedista Saulo, que defendeu o segundo pênalti seguido batido pelo atacante alvirrubro. Com isso o América deixou de ampliar o placar para 2x 0 e abrir uma boa vantagem na partida. 

A partir dos 39 minutos do primeiro tempo o ABC passou a levar vantagem numérica em campo com a expulsão do jogador do América Maguinho, que depois de uma falta, levou o segundo cartão amarelo e consequentemente o cartão vermelho. América com 10 jogadores em campo. 

O técnico Josué Teixeira acabou não colocando inicialmente como titulares nem Chiclete e nem Wellington Bruno, que durante toda a semana se falava que eram as únicas dúvidas do comandante abecedista. 

Com mais esta partida o América chegou a 37 gols na competição e tem o ataque mais positivo do Campeonato Potiguar. Único invicto na competição, o ABC tomou apenas oito gols e tem a melhor defesa do estadual.  

Gols

O primeiro gol do clássico rei decisivo do estadual 2015 foi marcado pelo atacante e artilheiro do Brasil Max, que fez seu nono gol na competição e seu 16º na temporada, depois de receber um lançamento e ficar de frente para o goleiro alvinegro Saulo e fazer América 1 x 0 aos 26 minutos do primeiro tempo. 

Para esquentar mais ainda o Clássico Rei imprevisível e a decisão o jogador Bruno Luiz do ABC protegeu a bola tocada por Wellington Bruno e ela sobrou para Reginaldo, que chutou forte para empatar a partida e acordar de vez o torcedor abeciedista na arquibancada aos 39 minutos do segundo tempo. 

Próximo confronto

A segunda e decisiva partida da final do estadual 2015 entre ABC e América ocorrerá no próximo sábado (2.5) a partir das 16h, no Estádio Frasqueirão. O jogo estava previamente marcado para o domingo (3.5), mas foi antecipado para o dia anterior, o que gerou protestos dos dirigentes das duas equipes, como o presidente americano Gustavo Carvalho, que publicou nota dizendo que a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), não avisou ao seu time a mudança no dia da realização da partida conm antecedência. 

Ficha Técnica:

Jogo: América  1 x 1 ABC

Competição: Campeonato Potiguar de Futebol 2015

Rodada: 1º jogo da final do estadual 2015

Local: Estádio Arena das Dunas – Natal – RN

Data: 29 de abril de 2015 – quarta-feira

Horário: 19h45 

Arbitragem: Árbitro: Dewson Fernando F. da Silva (PA) – Auxiliares: – Ubiratan Bruno Viana (RN) e Francisco Jailson F. da Silva (RN)

Cartões amarelos: América (Cleber, Maguinho, Judson, Busatto, Thiago Potiguar, Max) – ABC (Suelinton, Michel, Mael, Bruno Luiz, Lima, Fabinho Alves)

Cartões vermelhos: América (Maguinho)

Gols: América (26’ 1º T) – ABC (Reginaldo – 39’ 2º T)

Equipes:

América – Busatto, Diogo, Flávio Boaventura, Cleber, Judson, Álvaro, Maguinho, Zé Antônio (Régis), Max, Cascata (Thiago Dutra) e Thiago Potiguar (Adriano Pardal)
Técnico: Roberto Fernandes.

ABC – Saulo, Reginaldo, Suelintion, Leandro Amaro (Mael), Fábio Bahia, Lima, Rafael Miranda, Michel (Bruno Luiz), Kayke (Wellington Bruno), Erivelton e Fabinho.
Técnico– Josué Teixeira

 Fonte: Rosinaldo Vieira/Portal O Momento

Sobre o F9

A partir de Mossoró, segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, escrevemos sobre esportes, com ênfase para o futebol, nossa maior paixão. Notícias, vídeos, tabelas, opinião e tudo o mais que nos move pela estrada da informação esportiva. Somos uma equipe apaixonada pelo tema e compromissada com a verdade.