É vencer e continuar lutando, ou encerrar a temporada

O Potiguar cumpre logo mais às 17 horas, no Edgarzão, em Assu, contra o Guarany de Sobral, sua terceira e última partida nesta primeira fase da Série D. Em último lugar em seu grupo, com dois pontos, precisa vencer para seguir com chances, remotas, mas ainda vivas. Nem o empate serve mais.

Até aqui, o Potiguar desperdiçou as chances que teve em casa, empatando um e perdendo outro jogo.

A única coisa do que não se pode reclamar é por falta de atitude. Depois das mudanças no elenco e comissão técnica, sobra atitude, mas falta eficácia e, consequentemente, resultados. E em muitos momentos, a falta de inspiração do meio-campo e ineficiência do ataque, acaba estourando lá atrás.

A luta hoje é pela manutenção do clube em atividade e emprego do grupo. O elenco sabe disso e o mínimo que se espera é pressão, do começo ao fim. Que volte para casa, ao final da noite, com a vitória. Todos agradecem.

Cada vez mais difícil fazer futebol
Do jogo disputado contra a Ponte Preta, no estádio da Ilha do Governador, no meio de semana, o Flamengo ficou apenas com R$ 209 mil, de uma renda de R$ 803 mil, ou seja 69,3% foi só de despesas. Se está ruim para os grandes, que tem outras fontes, imagina para os pequenos, que vivem basicamente da renda dos jogos.

Sem garantia
O técnico Givanildo Oliveira foi demitido do comando do Ceará. Em 18 partidas à frente do Vovô, foram nove vitórias, seis empates e apenas três derrotas, um aproveitamento de 61,1%. Vencer mais que perder, não é mais garantia de nada.

Mercado interno
Com boas atuações (e gols), o atacante Dalberto, de 22 anos, tem sido um dos destaques do ABC na Série B deste ano. O jogador chamou a atenção do alvinegro, ano passado, quando atuava pelo Alecrim.

Mercado interno II
Esse exemplo mostra que o mercado interno pode oferecer boas opções. Manda o bom senso que se invista primeiro nesse nicho, antes de partir para as importações, até para se reduzir os riscos nas contratações.

Mercado interno III
O interessante dessa história é que os clubes médios e pequenos optam por importar até roupeiro, enquanto os grandes, mais fartos, exploram esse detalhe. A maior pobreza está na limitação financeira ou na curta visão?

Acertou
Ainda pegando o gancho sobre Dalberto, é bom lembrar que o atacante tem como agente o mossoroense Tácio Garcia. O empresário do entretenimento, ampliou seus negócios há dois anos, quando passou a investir, também, no futebol.

MM8
Hoje, às 10h30, o jogador Márcio Mossoró promove jogo festivo com amigos em seu empreendimento, a Arena MM8, no bairro Alameda dos Cajueiros. É um dos espaços mais estruturados do ramo na cidade.

A semana na história
Quinta-feira, dia 22, o ex-árbitro Riomar Mendes completa 55 anos de idade. Parabéns, moral!

Frase
“O elenco vai se reapresentar amanhã “de manhã pela tarde” – Marcelo Diaz, assessor de imprensa do Potiguar, sobre a programação do clube. Estou há horas tentando entender quando danado será “de manhã pela tarde”.

Imagem

Potiguar de 1988: Edinho Cardoso (Preparador Físico), Tiquinho (falecido), Luciano, Raílson, Onesimar, Ivanaldo e Valdeci; Sérgio Cabral, Odilon, Roberto Cearense, Rivaldo e Romildo.

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − 5 =