Juiz paralisa intervenção no Baraúnas, após apresentação de lista de sócios “suspeita”

A audiência de conciliação entre o grupo que pretende realizar a intervenção judicial no Baraúnas e a antiga diretoria não foi concluída. A audiência foi realizada nesta quarta-feira (13). A ex-diretoria do Baraúnas primeiramente aceitou que o grupo de interventores assumisse a gestão interina do clube.

Todavia, a ex-diretoria foi questionada ao apresentar um documento com a lista de sócios que iria participar das eleições no dia 29 de abril. Por não apresentar o saldo financeiro de transação dos sócios, essa lista foi contestada como inválida pelo grupo de interventores. O juiz Edino Jales, então, determinou que irá analisar a lista de sócios.

A diretoria ainda tentou anular a apresentação da lista, mas o juiz paralisou o processo para analisá-la. Com isso, o processo agora está parado na justiça e ninguém pode responder em nome do Baraúnas até a próxima audiência que for marcada. Dessa forma, está descartada qualquer possibilidade do Baraúnas disputar a 2ª Divisão do Campeonato Potiguar em 2018.

Carlos Guerra

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =