Potiba será teste para todos

Há fortes razões para chamar o Potiba de decisão.

Para os dois clubes, é a prova para saber quem está pronto para chegar a uma eventual final de turno e seguir lutando por um calendário rentável no ano que vem.

Para os que lidam com a segurança, uma prova de eficiência em garantir o direito dos cidadãos de bem em ir e vir com tranquilidade quando decidem assistir um jogo de futebol.

Sobre o assunto, a PM reuniu todos os envolvidos e disse o que pode e o que não pode. O resultado saberemos logo mais.

Continuo acreditando que o problema está, principalmente, na Justiça, que trata os crimes cometidos em torno de um estádio e envolvendo torcidas como “coisas do futebol”.

Ouvindo entrevista do comandante da PM, seguindo exemplo da região sudeste, já se admite a possibilidade de jogos com torcida única. Parece claro ser a admissão de incapacidade de gerir esses conflitos, mas sendo assim, não havendo outro jeito, que seja. A vida ainda vale mais que a falsa lucratividade gerada nas bilheterias quando há rastros de sangue. Pior é que a maioria desses vândalos sequer paga ingressos. Quando não ganham dos dirigentes cúmplices, pulam o muro. E todos sabem disso, mas fingem que não.

Sem grana oficial
A Prefeitura de Mossoró, que prometeu apoiar o futebol local com patrocínio através de campanhas publicitárias a partir do mês de março, até agora não pôs seu plano em prática. A dupla Potiba sente a falta desses recursos. E o estadual já caminha para o final.

Acabou o prazo
Dos três reforços apresentados pelo Baraúnas na semana que passou, dois não ganharam condições. O lateral-direito Danilo e o atacante Jardel, conheceram Mossoró e agora retornam aos seus estados.

Regularizado
O meia Ítallo teve seu nome publicado no BID e pode estrear hoje pelo Baraúnas. Em 2015 o jogador teve rápida passagem pelo Potiguar, quando foi contratado como lateral-esquerdo e jogou apenas 30 minutos.

Baixa
Sofrendo com uma lombalgia, cuja recuperação demoraria em torno de 15 dias, segundo a assessoria do clube, o meia Eduardo pediu dispensa do Baraúnas.

Desperdício
Vindo por intermédio do empresário Luciano Martins, o atacante Sampaio também foi outro que veio apenas à passeio. Não agradou e foi dispensado pelo Potiguar. O clube perdeu tempo e dinheiro preciosos nessa temporada com joias falsificadas de empresários.

Camaleão
Outro que não teve uma experiência boa com empresários de futebol este ano, foi o Assu. O clube, inclusive, publicou nota revelando suas dificuldades, devido a malfadada relação e conclamando a torcida em seu socorro.

Camaleão II
Para piorar, a Prefeitura de Assu ainda não liberou nenhuma das três parcelas de R$ 40 mil, cada, prometidas ao clube, em forma de patrocínio.

A semana na história
Quinta-feira (23), o treinador e comentarista esportivo, Isaías Rodrigues, completa 43 anos. Revelado pelo Santa Cruz-PE, Isaías foi goleiro de muitas qualidades, sendo ídolo da torcida do Baraúnas, tendo participado da famosa campanha do clube na Copa do Brasil de 2005 e sido campeão estadual pelo tricolor em 2006. Parabéns!

Frase
“Perdi muitos gols, mas não tive oportunidade nenhuma” – Peu, atacante do Flamengo nos anos 80, tentando justificar as chances perdidas.

Imagem

Nesta segunda-feira (20) tem a terceira edição do programa Prorrogação, na TV Mossoró, ao vivo, a partir das 19 horas. Estarei ao lado do jornalista Fabiano Morais e convidados comentando esta e projetando a próxima rodada do Campeonato Potiguar. Foto: Marcelo Diaz.

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 3 =