STJD “pega leve” com ABC por incidentes em jogo contra o América Mineiro

Daniela Lameira / Site STJD

O ABC/RN foi punido pela ação de torcedores que cometeram desordem e lançamento de objetos no campo de jogo após a partida contra o América/MG. Julgado nesta sexta, dia 4 de agosto, o clube foi multado em R$ 1 mil pela Quinta Comissão Disciplinar do STJD do Futebol. A decisão, proferida por maioria dos votos, cabe recurso.

Os fatos ocorreram após a derrota do ABC por 1 a 0 para o América/MG. Na súmula o árbitrpo narrou:

“Informo que ao final da partida, a torcida da equipe do ABC Futebol Clube se dirigiu para o local de descida do túnel que da acesso ao vestiário da equipe do ABC Futebol Clube. Ficaram a espera dos jogadores até o momento em que eles de dirigiram ao local. Quando os atletas estavam passando a torcida ali presentes começou a empurrar e subir no alambrado, a bater na cobertura que protege a entrada do túnel, onde alguns torcedores arremessaram copos descartáveis com gelo e líquido dentro em direção aos atletas”, escreveu o árbitro.

Pela Procuradoria, Julia Gelli pediu a manutenção da denúncia. “Considero que a conduta está bem esclarecida e a denúncia enquadrada no artigo 213. Destaco que além da desordem houve lançamento de objetos e com isso reitero os termos da denúncia e peço que isso seja considerado para a aplicação da pena”, destacou.

O advogado Paulo Rubens Máximo apresentou prova documental com as ações tomadas pelo clube e com Boletim de Ocorrência comprovando a identificação e detenção de alguns torcedores. “O clube provou que agiu de forma eficaz na identificação e entende que está caracterizada a excludente prevista no parágrafo 3º do artigo 213. A defesa entende que os fatos aconteceram de forma contínua”, disse o advogado, que encerrou pedindo a absolvição do ABC.

Com a palavra para voto, o Auditor José Nascimento justificou. “Entendo que a Justiça Desportiva existe para a evolução e aprimoramento do futebol. Essa equipe teve um cuidado de buscar uma câmera de monitoramento, pegar as imagens e entregar a polícia. Clube grande no Rio Grande do Norte e que teve um cuidado. Precisamos valorizar esse tipo de conduta. Vou absolver por entender que a equipe do ABC tomou a conduta correta e exemplar”, disse o relator do processo.

O Auditor Eduardo Mello discordou. “Apesar da louvável a atitude do clube, não identificou todos. Sou legalista ao extremo. Não vejo como absolver no parágrafo 3º. Levando em conta que houve arremesso de gelo, gelo é uma pedra. Por conta disso, condeno com multa de R$ 1 mil ao ABC”, votou.

Por entender que o clube tomou as medidas necessárias prevista no artigo, o Auditor Maurício Neves acompanhou o voto do relator para absolver o ABC. Já o Auditor Flavio Boson acompanhou a divergência para aplicar multa de R$ 1 mil.

Ultimo a votar, o Presidente Rodrigo Raposo fez suas considerações. “Neste caso, no meu entendimento primário, só deveria haver absolvição se houvesse prevenção plena e repressão total. Quando não se tem a identificação de todos a punição deve ser reduzida, mas não absolvida. Voto para condenar o clube com multa de R$ 500”, explicou Raposo.

STJD

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *