Ypiranga Sport Club

Ypiranga, glorioso alvinegro de tantas glórias e tradições, o 2º clube fundado em Mossoró.

Seqüenciando a história dos nossos clubes, chegou a vez de focalizar o Ypiranga Sport Club, alvinegro de tantas glórias e conquistas em prol do bom nome do futebol mossoroense.

A sua fundação aconteceu no dia 12 de setembro de 1920 e teve como primeira diretoria os seguintes desportistas. Presidente: Padre Manoel da Costa; vice-presidente: Solon Aranha; secretário: João Felipe de Oliveira; orador: Alfredo de Souza Melo; tesoureiro: José Rauphanas Cavalcanti; diretor de esportes: Bonifácio Costa, que após reunião histórica constituiu o seu primeiro quadro de associados, composto, além dos mesmos, por Manoel Lopes de Melo, Luiz Miranda, Adauto Miranda, Oscar Correia Dias, José Feliciano Pimenta, Sérvulo Marcelino, Vicente Leite, Sebastião Cruz e Anésio da Rocha.

O jogo histórico do Ypiranga aconteceu diante do Humaytá, no dia 15 de novembro de 1920, oportunidade em que foi disputada a taça Associação Comercial de Mossoró, que teve a sua tenda destinada em benefício do Hospital de Caridade de Mossoró. Ao final da partida, o Ypiranga conquistou a vitória pelo placar de dois tentos a zero, gols assinalados através de Cordeiro e Costa. Coube ao professor Eliseu Viana a função de referee (árbitro), tendo o alvinegro utilizado esta formação: Erisberto; Luiz e Epifânio, Filemon, Lucylo e Euclides; Carlito, Alípio, Costa, Oscar e Cordeiro.

A entrega da taça ocorreu no Bar Alcino, oportunidade em que o poeta Edinor Avelino proferiu um eloqüente discurso, enaltecendo a vitória do Ypiranga, bem como a tenacidade dos atletas do Humaytá. O capitão José Alves Tavares, presidente da Associação Comercial, usou da palavra para agradecer o empenho das equipes no citado jogo.

Coube ao Ypiranga convidar o América Futebol Clube de Natal-RN, em 1924, para uma apresentação no Stadium Mossoró Ltda, e que, ao final teve o placar indicando a vitória do alvinegro pelo escore de dois tentos a um. O Ypiranga venceu com o futebol de Lopes; Vicente e Zé Costa; Veras, Joel e Mozart; Nunes, Cantuária, Gentil, Joãozinho e Hilário. Já o América foi derrotado atuando com esta formação: Gama, Ricardo e Everardo; Canela, Tinôco e Lamartine; Olavo, Teixeira, Agnaldo, De Maria e Pinheirão.

Em 1º de janeiro de 1926, o Ypiranga atuou diante do Paraybano Souza, em nossa cidade, derrotando-o por quatro tentos a zero, com esta formação: Lopes; Vicente e Zé Costa; Veras, Joel e Mozart; Nunes, Cantuária, Gentil, Joãozinho e Hilário.

Para o próximo domingo, será a vez de focalizarmos o Centro Sportivo Mossoroense.

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − nove =